Padrão racial fenotípico de galinhas brasileiras da raça Canela-Preta

D.A. Carvalho, C.M. Bonafé, M.J.O. Almeida, M.P. Rodriguez-Rodriguez, J.L.R. Sarmento, M.A. Silva, M.B. Oliveira, P.R. Sousa, A.A. Carvalho

Resumen


Objetivou-se estabelecer o padrão racial para galinhas Canela-preta do estado do Piauí/Brasil por meio de descritores fenotípicos, como contribuição para o início do processo de valorização e reconhecimento deste recurso genético como raça pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Foram utilizadas 116 aves dos municípios de Teresina, Oeiras e Queimada-Nova, no estado do Piauí. Foram medidas 32 características morfológicas, sendo 21 quantitativas e 11 qualitativas. Para as características qualitativas a técnica empregada para obtenção dos dados foi à observação visual. Para as variáveis qualitativas foram calculadas as frequências simples das características e homogeneidade dessas frequências. Os dados quantitativos foram submetidos a uma análise de variância e posteriormente à análise de agrupamento, via método UPGMA. As galinhas Canela-Preta têm o seguinte padrão fenotípico qualitativo: tipo de crista: serra ou noz e suas variações; cor da crista: vermelha ou escura; cor dos olhos: vermelho-alaranjado, amarelo, pardo, marrom ou preto; cor do bico: amarelo ou escuro; cor da barbela: vermelha ou escuro; ausência de topete; tipo de penas: lisas; ausência de patas plumadas; cor das canelas predominantemente pretas; coloração da plumagem: preta; coloração do pescoço: varia entre branco, preto, dourado. Possuem características fenotípicas quantitativas de elevado, médio e pequeno coeficiente de variação, mas com homogeneidade suficiente para ser considerada uma raça definida. Tem porte físico classificado como médio, com média de peso 1,890 kg para fêmeas e 2,200 kg para machos, as qualificando dentro da exigência do padrão comercial de aves no Brasil.

Palabras clave


Conservação. Gallus gallus domesticus. Raça nativa. Recursos genéticos.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v66i254.2322

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2017 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494