Implicações da imunocastração na nutrição de suínos e nas características de carcaça

P. C. Martins, M. P. Albuquerque, I. P. Machado, A. A. Mesquita

Resumen


Na castração imunológica, vacinas contendo um GnRH modificado conjugado a uma proteína induzem a formação de anticorpos direcionados contra o GnRH. O objetivo desta revisão é esclarecer o que é a imunocastração e abordar os principais efeitos desta prática sobre o consumo de ração e exigências nutricionais de suínos. A vacina é capaz de reduzir as concentrações de escatol e androsterona em suínos machos inteiros, diminui a incidência de brigas e tem efeito direto sobre a nutrição destes animais. O macho imunocastrado é uma categoria que se comporta como macho inteiro no início e como macho castrado após a aplicação da segunda dose da vacina, conduzindo à necessidade de adequação das estratégias nutricionais e esta nova realidade. Imunocastrados respondem bem ao aumento dos níveis de lisina na dieta, apresentam maior ganho médio diário de peso, maior rendimento de carcaça e de carne magra e diminuição do toucinho. A ractopamina, um aditivo modificador do metabolismo, tem sido utilizada pelos sistemas intensivos de produção, em associação à castração imu-nológica, por melhorar o crescimento, aumentar a massa magra e reduzir a deposição de tecido adiposo. São precisos estudos que definam corretamente as exigências nutricionais do imunocastrado, que também possam adequar os níveis nutricionais das dietas contendo ractopamina para esta categoria.

Palabras clave


Deposição de carne magra. GnRH. Ractopamina.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v62i237.1960

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2016 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494