Relação entre os níveis de metabólitos sanguíneos e a qualidade de lã

F. Amarilho-Silveira, S.V. Vicente,, J.S. Lemes, F.A.B. Del Pino, R.M. Esteves, J. Halfen, J.Q. Tâmara, C.C. Da Vara, J.L. Dionello, P. Mattei

Resumen


O tipo de alimentação altera diretamente os níveis dos metabólitos sanguíneos e as características da lã. Neste sentido o objetivo deste trabalho é relacionar os níveis de metabólitos sanguíneos com a qualidade da lã. Foram utilizadas 25 ovelhas com três anos de idade da raça Corriedale, em um período experimental de 98 dias, onde se avaliou os níveis dos metabolitos sanguíneos e os dados objetivos de qualidade de lã. Para as análises objetivas de qualidade de lã ocorreu uma diminuição no diâmetro médio das fibras (do inicio ao fim do experimento) e um crescimento diário médio da mecha de lã de 0,40 mm. Somente foi encontrada correlação entre os níveis séricos de glicose com a variação do diâmetro médio das fibras, a variação do comprimento da mecha de lã e com a variação do diâmetro no ponto em que apresentou maiores valores. As variáveis sanguíneas referentes à albumina e proteínas plasmáticas totais não tiveram correlação significativa com as aferições de qualidade de lã.

Palabras clave


Fibra. Glicose. Ovino.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v66i253.2137

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2017 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494