Correlação entre digestibilidade e comportamento ingestivo de novilhas suplementadas a pasto

H. A. Santana Júnior, R. R. Silva, G. G. P. Carvalho, F. F. Silva, F. B. L. Mendes, G. Abreu Filho, G. Trindade Júnior, E. O. Cardoso, D. S. Barroso, M. M. Pereira

Resumen


Objetivou-se, com este estudo, avaliar as correlações entre a digestibilidade aparente e o comportamento ingestivo de novilhas mestiças a pasto. O experimento foi conduzido na fazenda Princesa do Mateiro, município de Ribeirão do Largo, Bahia. Foram utilizadas 20 novilhas com grau de sangue 5/8 Guzerá linhagem leiteira e 3/8 Holandesa, com média de 18 meses de idade e peso corporal médio de 187±13,1 kg. O experimento teve duração de 224 dias e os animais criados em pastejo rotacionado de Brachiaria brizantha "Marandú". Verificou-se uma correlação positiva entre o tempo de pastejo e o coeficiente de digestibilidade da fibra em detergente neutro (CDFDN). Correlações negativas foram verificadas entre o tempo de outras atividades e CDFDN. O tempo de alimentação no cocho apresentou correlações negativas com coeficiente de digestibilidade da matéria seca (CDMS), matéria orgânica (CDMO), carboidratos não fibrosos (CDCNF), carboidratos totais (CDCHOT). Ob-servou-se uma correlação positiva entre o tempo de alimentação total e mastigação total com o CDFDN. O número de períodos de pastejo e ruminação apresentaram correlações negativas com CDMS, CDMO, CDCNF, CDCHOT. Também, verificou-se correlação acima de 0,90 para os nutrientes digestíveis totais (NDT), podendo também ser incluída em equações de predição de consumo. O número de período de alimentação no cocho apresentou correlação negativa com CDMO e coeficiente de digestibilidade de proteína bruta (CDPB). O tempo por período de ruminação apresentou correlação positiva com CDMO, CDCNF, CDCHOT, NDT e CDPB. O tempo por período de outras atividades apresentou correlação positiva com CDCNF e NDT. Correlações negativas foram verificadas entre a taxa de bocados e CDMS, CDMO, CDCNF, CDCHOT e CDPB. O tempo por deglutição correlacionou positivamente com CDMS, CDMO, CDCNF, CDCHOT, NDT, CDPB. A massa do bocado e bocados por deglutição não apre-sentaram correlações com nenhuma das variáveis da digestibilidade. O número de mastigação merícica por dia apresentou correlações negativas com NDT. O tempo de pastejo e ruminação não apresentaram relação com os demais coeficientes de digestibilidade aparente de novilhas mestiças a pasto. O coeficiente da digestibilidade da fibra em detergente neutro provoca variações no tempo de pastejo.

Palabras clave


Bocado. Bovino. Digestão. Pastejo.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v61i236.2210

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2012 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494