Complexo enzimático na alimentação artificial de abelhas africanizadas

M.V. Lima, K.O. Soares, A. Evangelista-Rodrigues

Resumen


Este estudo objetivou identificar uma alimentação eficiente para as abelhas Apis mellifera L. utilizando um complexo enzimático para melhorar o desempenho dos enxames em períodos de escassez alimentar. Para isso, quadros de cria fechada foram retirados de duas colmeias, conduzidos até uma câmera climatizada e após a emergência, as abelhas foram mantidas em unidades experimentais para serem alimentadas. A dieta utilizada na pesquisa foi composta por 60% de mel, 30% de farinha de soja e 10% de farinha de milho, com diferentes níveis de inclusão (0,00%, 0,03%, 0,06%, 0,09%) do complexo enzimático em estudo. Os parâmetros avaliados foram: longevidade das abelhas, concentração de proteína total da hemolinfa e consumo de água e dieta. Não houve efeito toxicológico de acordo com análise de sobrevivência, verificou-se uma redução no consumo, conforme foi acrescentado o complexo enzimático na dieta e um aumento no teor de proteína na hemolinfa. O uso do complexo enzimático mostrou-se como uma ferramenta para manter os enxames em períodos de escassez de alimento, pois proporcionou melhor aproveitamento dos alimentos por menor consumo da dieta e o maior teor de proteína total na hemolinfa.

Palabras clave


Hemolinfa. Proteína total. Nutrição. Enzimas.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v66i255.2518

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2017 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494