Álcool para controle de cascudinho em cama de frangos de corte

I. Fogaça, E. Ferreira, K.C. Saturnino, T.R. Santos, J. Cavali, M.O. Porto

Resumen


O Brasil é o maior exportador e o terceiro maior produtor mundial de carne de frango, sendo a atividade geradora de grande quantidade de resíduo chamado de cama de frango. Este resíduo gera condições favoráveis para o desenvolvimento do besouro Alphitobius diaperinus (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae), conhecido como cascudinho, sendo esse considerado a principal praga da avicultura, e afeta a produção avícola em todo o mundo. Seu controle é considerado difícil, sendo comumente empregadas substâncias piretróides e organofosforadas, apesar de não eficientes. Na busca pelo controle alternativo do inseto, vários métodos aditivos e inseticidas naturais vêm sendo testados. Contudo, na prática entomológica, substâncias com elevada pressão de vapor a fim de se produzir gases tóxicos são utilizadas para fixação dos insetos. Assim, em outubro de 2015, avaliou-se o álcool etílico PA para o controle de A. diaperinus em cama de frango. As unidades experimentais foram representadas por garrafas plásticas tipo “pet” cortadas, onde foram colocadas 100g de cama de frango, acrescidos de 20 insetos adultos e 135 larvas, cada uma. Os tratamentos foram constituídos pela aplicação de álcool no volume de 1, 2,5, 5, 7,5 e 10 mL e sua diluição com água (1:1) sendo aplicado igual volume. Simularam-se dois ambientes, sendo um aberto (com telas contendo os insetos) e um fechado (recipiente amostral fechado com a porção previamente cortada da garrafa “pet”). Nas parcelas foram mantidas a temperatura de 28,5 ± 2 ºC e UR de 51,0 ± 2%, feito seis repetições por tratamento. A quantidade de 2,5 mL (2,5% v/p) de álcool gerou 100% de mortalidade de adultos e larvas nas amostras fechadas, sendo necessário o dobro do volume no sistema aberto. Para a diluição álcool-água (1:1) o controle de 100% foi obtido com o dobro das quantidades relatadas anteriormente em relação aos respectivos tratamentos.

Palabras clave


Alphitobius diaperinus. Ambiência. Controle de praga.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v66i256.2766

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2017 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494