Níveis de suplemento para novilhos nelore terminados a pasto na seca: consumo e digestibilidade

C. E. S. Baroni, R. P. Lana, J. A. Freitas, A. B. Mancio, C. B. Sverzut, A. C. Queiroz, M. I. Leão

Resumen


A suplementação alimentar proporciona suprimento de nutrientes limitantes e aumento da eficiência de utilização das pastagens. O consumo de suprimentos pode ser controlado pelo uso de uréia e sais minerais, impedindo a dominância de uns animais sobre os outros. Objetivou-se com este trabalho avaliar o consumo e a digestibilidade aparente dos nutrientes em novilhos Nelore em terminação, alimentados com diferentes níveis de suplemento à base de fubá de milho, durante o período da seca. O experimento foi implantado em pastagem de Panicum maximum "Tanzânia", em quatro piquetes de 1,0 hectare. Foram utilizados quatro novilhos Nelore com 30 meses e peso médio inicial de 440 kg. Os animais foram distribuídos em quadrado latino 4x4 (quatro níveis de suplementação e quatro períodos). Foram utilizados níveis crescentes de suplemento: 1,0; 2,0; e 4,0 kg/animal/dia, além do tratamento controle-mistura mineral. Os suplementos, à exceção do controle, apresentaram níveis decrescentes de proteína bruta (42,6 a 25% da matéria seca) e proporções de mistura mineral:uréia:fubá de milho de 10:10:80, 5:5:90 e 2,5:2,5:95 para os tratamentos com 1,0; 2,0 e 4,0 kg/animal/dia, respectivamente. A uréia foi usada como controladora de consumo de suplemento. Os períodos experimentais constituíram-se de 16 dias cada um, num total de 64 dias. O consumo e a digestibilidade foram determinados por meio do indicador externo óxido crômico e indicador interno FDAi. Houve efeito linear crescente para o consumo de matéria seca em kg/animal/dia e em porcentagem do PV, consumo de proteína bruta, consumo de extrato etéreo, consumo de fibra em detergente neutro, consumo de carboidratos não fibrosos e consumo de nutrientes digestíveis totais. Não houve efeito sobre o consumo de pastagem. Houve efeito linear crescente para os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca e fibra em detergente neutro. Não houve efeito para os coeficientes de digestibilidade da proteína bruta, extrato etéreo e carboidratos não fibrosos.

Palabras clave


Avaliação de alimentos. Bovinos. Digestibilidade. Forragem de baixa qualidade. Panicum maximum.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v61i233.2939

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494