Métodos para quebra da dormência das sementes de Leucaena leucocephala e Flemingia macrophylla

L.F. Morais, J.C.C. Almeida, D.D. Nepomuceno, J.B.R. Abreu, F.A. Soares, M.F. Silvestre

Resumen


Objetivou-se neste estudo avaliar métodos para efetuar a quebra da dormência de sementes de Flemingia macrophylla (flemíngia) e Leucaena leucocephala (leucena). As sementes foram submetidas aos tratamentos: a) Escarificação manual com lixa; b) Imersão em H2SO4 98% durante cinco minutos; c) Imersão em H2O a 80°C durante 3 minutos; d) Pré-aquecimento a 60°C durante 150 minutos; e) Nitrato de potássio (KNO3 0,2%); f) Ácido giberélico (AG3 0,5%); g) Controle (sem quebra de dormência). Para as sementes de flemíngia o tratamento com H2SO4 obteve maior percentual de germinação, seguidos pela imersão em H2O à 80ºC e escarificação manual com lixa. As sementes de leucena submetidas à imersão em água a 80°C e em H2SO4 apresentaram maior porcentagem de germinação com relação aos demais tratamentos. Assim, o emprego de água quente para as sementes de leucena e a imersão em H2SO4 para as sementes de flemíngia foram os métodos mais indicados para realizar a superação da dormência de suas sementes.

Palabras clave


Fixação biológica de Nitrogênio. Leguminosas forrageiras. Pastagens consorciadas.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v67i258.3666

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2018 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494