Diversidade tipológica do manejo rural feminino no semiárido brasileiro

D. L. Vidal

Resumen


Objetivou-se caracterizar a diversidade do trabalho feminino no manejo agropecuário de unidades produtivas em comunidades rurais situadas no Semi-Árido brasileiro para melhor compreender o papel da mulher na formação da riqueza rural. Foi elaborada uma tipologia com 75 mulheres residentes em seis comunidades rurais semiáridas do Distrito do Baixo Trici, Ceará, Brasil, baseada na incidência do trabalho feminino no manejo rural associado ou não a outro trabalho familiar ou assalariado. Sete grupos de mulheres foram obtidos através da análise cluster, refletindo a diversidade do trabalho agropecuário feminino nessas comunidades rurais desfavorecidas, particularmente na alocação predominante da força de trabalho da mulher para produção de carne e ovos de aves e carne de suínos, hortícolas e frutas e em trabalhos administrativos da unidade familiar de produção rural.

Palabras clave


Gênero. Campesinato. Áreas desfavorecidas.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v60i232.3999

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494