Perfil fermentativo e valor nutritivo de silagem de capim-elefante inoculada com Streptococcus bovis

D. J. Ferreira, A. M Zanine, E. M. Santos, R. P. Lana, W. L. Silva, A. L. Souza, O. G. Pereira

Resumen


O experimento foi desenvolvido objetivando-se avaliar o efeito da inoculação de estirpes de Streptococcus bovis (HC5 e JB1) sobre o pH, a produção de amônia e o valor nutricional em silagens de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com três tratamentos: T1 - capim-elefante, T2 - capim-elefante inoculado com Streptococcus bovis HC5 e T3 - capim-elefante inoculado com Streptococcus bovis JB1, utilizando cinco repetições por tratamento. A menor concentração de amônia foi observada na silagem tratada com inoculante à base Streptococcus bovis JB1 (5,90 p.100 N-total). A inoculação aumentou os teores de ácido láctico e diminuiu os teores de ácidos acético, butírico e propiônico, sendo que as silagens inoculada com Streptococcus bovis JB1 e HC5 foram os que apresentaram os maiores valores de ácido láctico. Não houve diferença estatística para os teores de MS e PB. Para os valores das fibras, a silagem de capim-elefante inoculada com Streptococcus bovis JB1 apresentou o menor valor de FDN (59,77 p.100) e HEM (26,71 p.100). O maior valor da DIVMS foi observado na silagem com Streptococcus bovis JB1, mostrando superioridade de quatro pontos percentuais (64,23 p.100) em relação ao tratamento sem inoculante bacteriano (60,35 p.100). O uso Streptococcus bovis JB1 melhora o processo fermentativo além de promover melhorarias na qualidade da fibra e na DIVMS da silagem estudada.

Palabras clave


Amônia. Fibra. Forragem. Proteína. pH.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v60i232.4006

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494