Desempenho reprodutivo de novilhas de corte expostas a diferentes métodos de bioestimulação

L. M. Menezes, C. C. Brauner, M. A. Pimentel, J. C. F. Moraes, F. A. Amaral

Resumen


O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho reprodutivo de novilhas de corte submetidas a diferentes métodos de bioestimu-lação. Foram utilizadas 220 novilhas Aberdeen Angus de dois anos de idade. Setenta e três novilhas foram mantidas com machos caudecto-mizados, 73 com vacas androgenizadas e 74 não receberam tratamento bioestimulatório. Os tratamentos tiveram duração de 60 dias pré-acasalamento. Os fatores fixos analisados foram os três tratamentos. As variáveis resposta foram os pesos ao início e fim dos tratamentos, ganho médio diário (GMD), o índice de prenhez e dias para a concepção (medido através da data de parto ajustada a data de inseminação). Não houve diferença (p>0,05) nos índices de prenhez obtidos entre os tratamentos. A concepção foi antecipada (p<0,01) no grupo bioestimulado por vacas androgenizadas, quando comparada ao grupo exposto a machos caudectomizados. A bioestimu-lação não é capaz de alterar os índices de prenhez em novilhas de corte. A utilização da bioestimulação com vacas androgenizadas antecipa a concepção em novilhas de corte de dois anos de idade.

Palabras clave


Concepção. Índice de prenhez.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v60i232.4022

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494