Inclusão de glicerina bruta em dietas para coelhos em crescimento

A. C. Klinger, J. R. Capitanio, G. S. Toledo, L. P. Silva, P. P. Santana, M. Chimainski, M. O. Rodrigues, B. Galarreta

Resumen


O presente estudo teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes níveis de glicerina em substituição a alimentos energéticos comumente utilizados em dietas sobre o desempenho de coelhos na fase de crescimento. Foram utilizados 30 coelhos da raça Nova Zelândia Branca, desmamados aos 34 dias de idade. Após três dias de adaptação os animais foram distribuídos em três tratamentos: G0= dieta padrão sem inclusão de glicerina bruta, G5= dieta contendo 5 % de glicerina bruta e G7,5= dieta contendo 7,5 % de glicerina bruta. O ensaio biológico foi conduzido no inverno brasileiro no ano de 2013. Os coelhos foram abatidos aos 85 dias totalizando 48 dias de ensaio biológico. Os parâmetros avaliados foram: peso vivo final, consumo diário de ração, conversão alimentar, ganho médio diário, rendimento de carcaça, peso do fígado, peso dos rins, e peso do coração. Os três tratamentos não apontaram diferenças na utilização de glicerina nas variáveis de desempenho. Conclui-se, portanto que a inclusão de 7,5 % de glicerina em dietas para coelhos na fase de crescimento é viável, pois não altera o desempenho dos mesmos.

Palabras clave


Cunicultura. Glicerol. Subprodutos.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v64i248.422

Enlaces refback



Copyright (c) 2015 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494