Freio de Ouro como ferramenta de seleção na raça Crioula

D. C. Cucco, E. L. Salles, M. R. Santos, R. Ferreira, V. S. Soriano, A. Zampar, J. D. Kessler

Resumen


A principal prova da raça Crioula, o Freio de Ouro, é uma importante ferramenta de seleção, pois além de avaliar morfologia possui ainda nove provas funcionais com ou sem a presença de bovinos, as quais servem para avaliar a habilidade do equino em manobras e trabalhos corriqueiros. Este trabalho foi desenvolvido devido à importância econômica e social desta raça, aliado à escassez de estudos a respeito de melhoramento genético em equinocultura em nosso país. Foram coletadas informações sobre as premiações na Prova do Freio de Ouro, ao longo de todas as edições (1982 – 2014), bem como a genealogia, até à quinta geração, dos animais premiados neste período. Posteriormente, foram interpretados os resultados e analisadas as genealogias com o intuito de identificar a influência dos principais genearcas desta prova equestre. Observou-se que poucos garanhões são pais da grande maioria dos 165 animais premiados neste período. O Freio de Ouro pode ser considerada uma ferramenta de seleção, pois alguns animais premiados foram pais de animais também premiados. A grande maioria dos premiados nasceu no Brasil, sendo filhos de garanhões importados e mães nacionais. Alguns animais foram premiados em mais de uma oportunidade, porém nenhum conseguiu repetir o primeiro prêmio.

Palabras clave


Cavalos. Genealogia. Provas funcionais.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v65i250.482

Enlaces refback



Copyright (c) 2016 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494