Comportamento ingestivo e padrão de deslocamento de bovinos em pastagens tropicais.

F. A. Teixeira, J. A. Marques, F. F. Silva, A. J. V. Pires

Resumen


O objetivo desta revisão foi discutir o processo de otimização do pastejo animal, relacionando suas decisões, tomadas em diferentes escalas, aos fatores ligados às características da forragem. O campo e sítio de pastejo podem ser considerados as maiores escalas, onde os fatores bióticos e abióticos (topografia, disponibilidade de água, de abrigos, etc.) se somam influenciando o processo de pastejo, especialmente no sistema de lotação contínua. Outra discussão importante nestas escalas é o número e duração das refeições que os animais perfazem ao longo do tempo em que pastejam, considerando que uma refeição é definida por uma longa seqüência de pastejo. O comportamento dos animais em nível de estação alimentar é um importante indicativo das condições de alimentação, pela sua relação direta com os atributos quantitativos, qualitativos e estruturais do pasto. O acúmulo de forragem consumida em cada bocado e a freqüência com que os realiza durante o tempo em que passa se alimentando resultam na ingestão total de forragem. Assim, a maximização do consumo, diretamente relacionada à produção do animal, é dependente da maximização de cada bocado desferido em pastejo. Geralmente o manejo adotado afeta a estrutura do pasto influenciando decisivamente o consumo e o comportamento dos animais em pastejo. Desta forma, o processo de pastejo precisa ser controlado dentro dos compartimentos do sistema interface planta-animal, considerando-se que as plantas crescem utilizando energia solar, água e nutrientes fornecidos pelo solo. Porém o crescimento é constantemente influenciado pela ação do animal em pastejo. Embora as relações planta-animal interfiram na decisão do mesmo na busca pelo seu alimento na pastagem, o processo de pastejo, por outro lado, provoca mudanças na estrutura da planta, que por sua vez, promovem um feedback alterando os padrões de deslocamento, busca e apreensão do alimento, padrões de desfolhação de folhas e perfilhos durante o rebaixamento do pasto, Isto funcionaria, como uma forma de tentar compensar reduções nas taxas de consumo.

Palabras clave


Bocado. Estação alimentar. Mancha.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v59i232.4907

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2009 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494