Segregação do MT-COI RFLP em ovinos de Mato Grosso do Sul, Brasil

J. A. Oliveira, B. A. Crispim, A. C. Banari, A. A. Egito, F. M. V. Junior, L. O. Seno, A. V. Grisolia

Resumen


Pesquisas em regiões do DNA mitocondrial de Ovis aries mostraram a existência de haplogrupos de origem asiática e européia. Assim o objetivo do presente estudo foi aplicar o teste molecular de PCR-RFLP do gene mitocondrial citocromo oxidase I com a enzima de restrição HinfI para caracterizar, em relação aos haplogrupos existentes, algumas raças de ovinos criadas no Estado do Mato Grosso do Sul. Foram analisadas amostras de DNA de 155 animais pertencentes a sete raças de ovinos. Dezesseis animais foram identificados como pertencendo ao haplogrupo asiático, representados pelas raças Ile de France (n=3), Dorper (n=2), White Dorper (n=9) e Suffolk (n=2). Os outros 139 animais foram identificados como haplogrupo europeu, representantes das raças Pantaneira (n=40), Brazilian Bergamácia (n=21), Ile de France (n=17), Dorper (n=17), White Dorper (n=6), Hampshire Down (n=20) e Suffolk (n=18). Os resultados indicaram que a maioria dos animais pertenciam ao haplogrupo europeu, evidenciando a origem europeia das raças criadas no Estado. A identificação da origem desses animais possibilita melhorar o manejo das populações localmente adaptadas visando sua conservação e o seu aproveitamento no Estado.

Palabras clave


Ovis aries. herança materna. citocromo oxidase. haplogrupo mitocondrial.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v65i250.493

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2016 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494