Relações materno-filiais e sua influência no peso pré-desmama de animais nelore da bahia*

E. A. Souza, M. V. Andrea, C. S. Santos, M. J. R. Paranhos da Costa, T. C. B. S. C. Bittencourt, C. R. Marcondes

Resumen


O presente trabalho objetivou avaliar as relações materno-filiais em animais Nelore PO (Puro de Origem) e Nelore CL (Cara Limpa), no Estado da Bahia. A composição genética não influenciou na LP (latência para ficar em pé) e apresentou valores médios de 71 e 52 minutos para o Nelore PO e Nelore CL, respectivamente. Na LPTM (latência para tentar mamar após fica em pé) foram observados valores médios de 39 minutos para o Nelore PO e 18 minutos para Nelore CL. Para variável TCC (tempo de contato com a cria), tanto as vacas PO quanto as CL obtiveram classe 4 (mantiveram em média de 60 a 80% de contato com a cria). O P120 (peso aos 120 dias), mostrou valores médios de 122,3 kg e 122,7 kg, respectivamente para PO e CL. Conclui-se que os comportamentos materno-filiais não sofreram diferenças em relação aos rebanhos para a maioria das variáveis estudadas. Os resultados deste estudo sugerem continuidade na pesquisa em busca de elementos que possam servir de parâmetro tecnológico a ser aplicado ao Estado da Bahia.

Palabras clave


Comportamento animal. Desmama. Zebu.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i224.5062

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2008 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494