Desempenho de bezerros depois da inclusão de ureia de liberação lenta em suplemento proteico para bovinos

G.O. Dalla Martha, M.C. D’Oliveira, M. Vedovatto, I.M. Cortada Neto, J.M.S. Diogo, G.L. Franco

Resumen


Objetivou-se avaliar a substituição do farelo de soja (FS) do suplemento proteico por ureia encapsulada (UE; Optigen®) sobre o desempenho de bezerros na época seca. Utilizou-se 60 bezerros Nelore, com peso corporal (PC) de 172,37 ± 19,93 kg, mantidos em pastagem de capim-marandu. Os tratamentos foram: 0% UE (100% FS e 0% UE); 25% UE (75% FS e 25% UE); 75% UE (25% FS e 75% UE); 100% UE (0% FS e 100% UE). O delineamento experimental foi o de blocos completos casualizados com três repetições. Não houve efeito do nível de substituição do FS por UE sobre o ganho médio diário (GMD) e PC. O GMD e o PC foram influenciados pelo período. Para o GMD o maior valor observado no último período (dia 112 a 140) e o menor no segundo período (dia 56 a 112). Houve um aumento do PC até o dia 56, que não se diferenciou do dia 112 e depois aumentou no dia 140. O consumo de suplemento foi reduzido pela inclusão de UE. Concluiu-se que em pastagens contendo lâmina verde, o FS pode ser substituído por UE sem que ocorra prejuízo ao desempenho produtivo de bezerros na época seca.

Palabras clave


Ganho médio diário. Nitrogênio não proteico. Nutrição. Ruminantes. Suplementação.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v69i266.5116

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2020 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494