Digestibilidade de subprodutos agroindustriais na alimentação de cavalos

A. M. V. Arruda, L. B. Ribeiro

Resumen


Objetivou-se determinar a digestibilidade aparente dos nutrientes em dietas contendo diferentes subprodutos agroindustriais na alimentação de eqüinos adultos. Foram utilizados cinco cavalos crioulos, alojados em gaiolas de metabolismo individuais, seguindo delineamento estatístico em quadrado latino (5x5). Os tratamentos constituíram-se em cinco dietas experimentais, uma dieta referência (DR) e quatro dietas testes contendo nível de substituição em 30% (kg/kg) para os seguintes alimentos alternativos: resíduo de soja (RS), casca de soja (CS), casca de trigo (CT) e casca de milho (CM). Os melhores valores médios para os parâmetros matéria seca, proteína bruta, extrato etéreo, matéria mineral, fibra em detergente neutro e ácido foram observados com os tratamentos dietéticos CM (68,05%), DR (61,38%), RS (64,50%), CS (60,33%), CM (84,32%) e CS (60,62%), respectivamente, pelo teste SNK a 5% probabilidade. Apesar dos maiores valores médios para digestibilidade da fração fibrosa terem sido obtidos com as dietas CM e CS, estas propiciaram os menores valores para digestibilidade da fração protéica.

Palabras clave


Alimentos alternativos. Nutrição de eqüinos. Fibra.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i223.5186

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2007 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494