Correlações entre morfometria ovariana e hormônios em vacas Zebus não prenhes

M. G. M. Chacur, E. Oba, S. N. Kronka

Resumen


O estudo da morfometria ovariana está diretamente ligado as suas aplicações práticas para realizar e interpretar os achados dos exames ginecológicos em vacas. O objetivo desse trabalho foi estudar a morfometria de ovários coletados em abatedouro e as correlações entre área do corpo lúteo, progesterona e cortisol em vacas zebu não prenhes. Foram coletados 114 pares de ovários em abatedouro, mensurados quanto a sua espessura, comprimento, largura e volume; diâmetro e volume do folículo, diâmetro e área do corpo lúteo, e concentrações de progesterona e cortisol. Foi observada diferença significativa (p<0,05) para largura 1,95 cm e 1,83 cm; e volume (p<0,05) 7,26 ml e 6,23 ml do ovário esquerdo e direito, respectivamente. Houve correlação de 0,46 (p<0,01) entre o volume do ovário esquerdo x área do corpo lúteo. Na presença de folículos com diâmetro igual ou superior a 9 mm, o corpo lúteo do tipo maciço e protruso presente em 23 (43,39%) dos 53 ovários, predominou em relação ao tipo maciço e incluso 16 (30,18%) dos ovários. Dos 84 ovários com corpos lúteos 26,20% eram do tipo incluso. Não houve correlação significativa entre área do corpo lúteo x progesterona, área do corpo lúteo x cortisol e progesterona x cortisol. Conclui-se que a presença de corpos lúteos inclusos, nas vacas zebu, pode resultar em falha durante o exame de palpação retal para estimar a atividade ovariana.

Palabras clave


Abatedouro. Folículo. Corpo lúteo. Progesterona. Cortisol.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i223.5192

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2007 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494