Frequências do fornecimento do alimento no desempenho de vacas e novilhas em confinamento

R. D. Pazdiora, R. F. Pacheco, I. B. Brondani, D. C. Alves Filho, L. F. G. Menezes, A. M. Callegaro, L. A. D. Pizzuti, M. S. Weise, A. Mayer, D. Borchate

Resumen


Objetivou-se avaliar a frequência do fornecimento do volumoso (V) e concentrado (C) no desempenho de vacas e novilhas em confinamento. Os tratamentos foram: 2 V/C= V e C 2 vezes ao dia; 1 V/C= V e C 1 vez ao dia; 1 V/2C= V 1 vez e C 2 vezes ao dia; 1 V/3C= V 1 vez e C 3 vezes ao dia para vacas ou novilhas. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em arranjo fatorial 4 x 2, com 4 repetições. Não houve interação significativa entre frequência de fornecimento e categorias animal. O consumo de matéria seca (CMS) foi superior para os animais alimentados 1 V/2C e 1 V/3C ao dia em relação ao fornecimento de 2 V/C e 1 V/C, apresentando valores de 11,7; 11,4; 10,6 e 10,7 kg, respectivamente. O ganho de peso diário não foi influenciado pelas frequências de fornecimentos. O CMS foi superior para as vacas (12,6 kg) em relação às novilhas (9,57 kg), não havendo diferença para o ganho de peso. O aumento nas frequências do fornecimento do concentrado para 2 ou 3 vezes proporcionou maior consumo, não influenciando o ganho de peso.

Palabras clave


Consumo. Conversão alimentar. Ganho de peso.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v63i241.558

Enlaces refback



Copyright (c) 2013 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494