Características da carcaça e da carne de cordeiros Corriedale manejados em duas alturas de milheto

J. S. Lemes, M. T. M. Osório, J. C. S. Osório, S. S. Gonzaga, L. S. Martins, R. M. G. Esteves, R. I. Lehmen

Resumen


O objetivo deste estudo foi avaliar características de qualidade da carcaça e da carne de cordeiros Corriedale manejados em duas alturas de pastejo em milheto. A terminação dos cordeiros foi feita em pastagem anual de verão, milheto cultivar comum (Pennisetum americanum (L.) Leeke.). Os tratamentos consistiram de duas alturas de pastejo, 20 e 40 cm. Os animais foram abatidos baseando-se na condição corporal ao atingirem o índice entre 2 e 3 (1 a 5). Foram realizadas avaliações quantitativas e qualitativas da carcaça e da carne. A conformação apresentou alta relação com o estado de engorduramento. Não houve diferença entre as características subjetivas de textura e cor, já para o marmoreio houve efeito da altura do milheto (p<0,01), onde cordeiros que pastejaram em potreiros com 20 cm de altura de milheto obtiveram maior índice. Conclui-se que não há diferença entre as características da carcaça, instrumentais da carne e teciduais da paleta de cordeiros Corriedale manejados em diferentes alturas de pastejo de milheto, quanto às características subjetivas, a altura do milheto influencia o índice de marmoreio na carne.

Palabras clave


Composição tecidual. Pennisetum americanum.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v63i241.573

Enlaces refback



Copyright (c) 2013 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494