Produção de biogás por dejetos de ruminantes e monogástricos co-digeridos com manipueira

W. R. Andrade, C. A. N. Xavier, F. O. C. G. Coca, L. D. O. Arruda, T. M. B. Santos

Resumen


Objetivou-se avaliar o uso de manipueira na co-digestão anaeróbia com dejetos de animais monogástricos e ruminantes, por meio de parâmetros de monitoramento do processo e da produção de biogás. Foram utilizados oito biodigestores semicontínuos com volume útil de 7,8 L de substrato em fermentação operados com tempo de retenção hidráulica de 30 dias. Realizou-se análises de pH, nitrogênio amoniacal, alcalinidade parcial (AP), sólidos totais (ST), sólidos voláteis (SV), e rendimento do biogás (m3 kg SVadicionados-1). Os valores de pH e concentrações de AP apresentaram-se na faixa ideal para a ocorrência do processo de digestão, de 6,0 a 8,0 e acima de 1.200 mg·L-1, respectivamente. Durante o processo não houve risco de falência por concentrações de nitrogênio amoniacal. As produções médias de biogás acumuladas semanais foram de 0,00676, 0,1167, 0,01515 e 0,01856 m3, respectivamente para substratos formados por dejetos de bovinos de leite, ovinos, aves e/ou suínos codigeridos com manipueira. Os rendimentos para os respectivos substratos foram 0,122, 0,275, 0,535 e 0,843 m3 kg SVadicionados-1. Maiores produções de biogás são obtidas na co-digestão anaeróbia de dejetos de suínos com 10 % (volume/volume) de manipueira.

Palabras clave


Alcalinidade. Amônia. Biodigestor. Mandioca. pH.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v65i251.699

Enlaces refback



Copyright (c) 2016 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494