Perfil metabólico, hematológico e comportamental de poedeiras suplementadas com Panax Ginseng metabolic,

A. A. S. Catalan, V. S. Avila, L. L. Lopes, P. Montagner, G. D. Vargas, E. G. Xavier, V. F. B. Roll

Resumen


Neste trabalho foram avaliados o perfil hematológico, bioquímico e comportamental de poedeiras recebendo um produto comercial a base de Panax ginseng na fase inicial de postura. As dietas experimentais foram fornecidas as aves durante 30 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco tratamentos que consistiram em diferentes doses de P. ginseng (T1: controle, sem P. ginseng; T2: 1,9 mg/ave/dia; T3: 3,8 mg/ave/dia; T4: 5,7 mg/ave/dia; T5: 7,6 mg/ave/dia) num total de 70 aves, distribuídas em 35 gaiolas, divididas em sete repetições por tratamento. As dietas basais foram formuladas a base de milho e farelo de soja, atendendo as exigências das aves. Para predizer os efeitos das doses de P. ginseng sobre os parâmetros metabólicos e hematológicos foi utilizada análise de regressão polinomial. Foi utilizado o teste de Dunnett, em cada nível de inclusão do P. ginseng, para comparação com a ração controle. Para a análise da frequência de comportamentos foi utilizado o teste de qui-quadrado. No perfil hematológico das poedeiras não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos em nenhuma das fases analisadas. No perfil metabólico foram observados maiores níveis de fósforo nas aves que receberam 7,6 mg/ave/dia de P. ginseng em comparação com o grupo controle nos períodos dois e três de avaliação e de albumina somente neste último período. Os níveis de colesterol foram maiores nas aves recebendo dosagens de 1,9 e 3,8 mg/ave/dia de P. ginseng em relação ao grupo controle. Nas variáveis etológicas o comportamento de vigiar foi mais frequente no grupo controle, o comportamento de toilette ou higiene no grupo com a maior dose de P. ginseng (7,6 mg/ave/dia) e beber água nas doses intermediárias (3,8 e 5,6 mg/ave/dia). A suplementação com P. ginseng até 7,6 mg/ave/dia não alterou o perfil hematológico. Apenas pequenas variações no perfil metabólico e na frequência de alguns comportamentos podem ser esperadas com o uso do P. ginseng.

Palabras clave


Aditivo fitogênico. Bem-estar. Fisiologia.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v62i237.759

Enlaces refback



Copyright (c) 2012 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494