Aspectos produtivos, nutricionais e bioeconômicos de híbridos de milho para produção de silagem

M. Neumann, G.F.M. Leão, M.G. Coelho, D.N. Figueira, C.A. Spada, L.F. Perussolo

Resumen


O objetivo foi avaliar os aspectos produtivos, nutricionais e bioeconômicos de seis híbridos de milho para silagem: SG 6030 YG, LG 6036 PRO, LG 6038 PRO, BRAS 3010, PL 6880 e PL 1335. As maiores produções de biomassa e de grãos (p<0,05) foram obtidas com os híbridos LG 6038 PRO, LG 6036 PRO e SG 6030 YG, com valores de 29.457, 28.089 e 25.609 kg ha-1, respectivamente para biomassa e 12.360, 11.426 e 11.405 kg ha-1, respectivamente para grãos. No aspecto nutricional, pode constatar-se que não houve diferença estatística (p>0,05) entre as silagens dos híbridos avaliados para valores de matéria mineral (MM), proteína bruta (PB), fibra em detergente ácido (FDA), hemicelulose e nutrientes digestíveis totais (NDT) possuindo médias de 1,78%, 6,03%, 28,86%, 27,11% e 67,42% da matéria seca (MS), respectivamente. Todavia os valores de fibra em detergente neutro (FDN) foram inferiores para os híbridos LG 6038 PRO, SG 6030 YG e PL 6880 (54,92%, 54,13% e 54,04%, respectivamente). Os híbridos que obtiveram maiores produções (LG 6038 PRO e LG 6036 PRO) também apresentaram melhores resultados bioeconômicos, com custos de R$ 48,56 e R$ 48,80 por tonelada de matéria natural (MN), respectivamente. Desta forma, recomenda-se os híbridos LG 6038 PRO, LG 6036 PRO e SG 6030 YG para produção de silagem na região centro-sul do Paraná.

Palabras clave


Biomassa seca. NDT. Stay green.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v66i253.2125

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2017 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494