Procedimentos para estimar massa de forragem, interceptação luminosa e índice de área foliar em pastos de capim-Tanzânia

P.H.F. Silva, A.N.A. Anjos, C.R. Viegas, L.F. Morais, D.D. Nepomuceno, C.L.F. Carvalho

Resumen


Sob hipótese de ocorrer diferença de precisão entre metodologias de amostragem, objetivou-se avaliar três procedimentos para estimar massa de forragem, altura do pasto, interceptação luminosa e índice de área foliar em pasto homogêneo de capim-Tanzânia, com base em seus coeficientes de variação (CV) e precisões experimentais. Para tanto, foram comparados CV dos procedimentos de amostragem sistemática, induzida e aleatória. Foram coletadas, em cada procedimento, sete amostras em moldura metálica (unidade de amostragem) de 1,0 m². A amostragem induzida proporcionou menores CV acumulados (2,8%; 16,2%; 3,9% e 19,06%) para todas as variáveis. O procedimento de amostragem induzida permitiu estimar com maior precisão as variáveis avaliadas.

Palabras clave


Pastagem. Amostragem. Coeficiente de variação. Precisão experimental.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v67i259.3797

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2018 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494