Metabolismo nitrogenado em bovinos suplementados a pasto durante a transição águas seca

R. H. T. B. Goes, J. Gandra, A. Marquez, E. R. de Oliveira, H. Fernandes, T. J. de L. Cardoso, K. Braves, M. Yoshihara

Resumen


Objetivou-se com este estudo avaliar o consumo, a fermentação ruminal, síntese de proteina microbiana, balanço dos compostos nitrogenados e comportamento ingestivo de suplemento de novilhos mantidos a pasto, suplementados com níveis crescentes de proteína bruta. Foram utilizados 4 novilhos mestiços, com idade média de 24 meses, peso corporal médio de 400 kg, providos de cânula ruminal. Os animais foram mantidos em piquetes individuais, em delineamento quadrado latino 4 x 4. Os suplementos experimentais foram constituídos por diferentes níveis de proteína: T00= Suplemento mineral (controle); T20= Su-plemento concentrado com 20 % de PB; T40= Suplemento concentrado com 40 % de PB; T60= Suplemento concentrado com 60 % de PB. Não foi observado efeito sobre o consumo de matéria seca. Foi observado efeito sobre as concentrações de valerato, porém não foram observadas respostas lineares ou quadráticas. O tratamento T60 apresentou menor velocida-de de ingestão de suplemento em relação aos demais. Os níveis de suplementação proteica não influenciaram o consumo de matéria seca, síntese de proteína microbiana e balanço de compostos nitrogenados, porem influenciaram as concentrações de ácidos graxos de cadeia ramificada e a velocidade de consumo de suplemento proteico.

Palabras clave


Metabolismo nitrogenado. Sal proteinado. Fermentação ruminal. Proteína microbiana.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v64i247.399

Enlaces refback



Copyright (c) 2015 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494