Fator trabalho no manejo rural no semiárido nordestino, Brasil

D. L. Vidal

Resumen


Analisa-se a participação micro-econômica da mulher de diferentes comunidades rurais no Município de Tauá, Microrregião do Sertão dos Inhamuns, Ceará (Comunidades do Junco, Tapera, Lustal 1, Lustal 2, Tiassol e Queimadas), no que diz respeito ao manejo de tarefas rurais. As Unidades de Produção Agrária Familiar (UPAF) estudadas nessas comunidades representam 75,7% das mulheres participantes (n= 103) do Projeto de Pes-quisa. O total de UPAFs residentes nas 6 comunidades sob estudo ascende a 305, portanto, o presente trabalho abrangeu 25,5% das mulheres rurais do distrito. Os dados coletados in situ através de questionários, foram submetidos à análise estatística descritiva, multifatorial e de variância. A mulher rural dessas comunidades encontra-se predominantemente na faixa de 45,52 anos com prole em idade escolar e não possui educação formal. A mulher surge como principal responsável pelas aves, suínos e horta-pomar e está envolvida em atividades com o roçado e com gado ruminante minimamente. Como os não ruminantes são considerados nessas comunidades de menor valor quando comparados com ruminantes, os cônjuges das mulheres estão menos interessados em intervir com o controle feminino sobre aqueles meios de produção, viabilizando-se assim o livre manejo desses recursos por parte da mulher. Evidencia-se a alta importância do trabalho feminino no funcionamento das UPAFs em cinco dessas comunidades (menos Tiassol) situadas no semiárido da Região Nordeste do Brasil.

Palabras clave


Mulher rural. Gênero. Áreas desfavorecidas.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v60i232.3998

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494