Glutamina para frangos de corte criados em ambiente quente

G. V. Manvalier, C. Kiefer, K. M. Souza, D. A. Marçal, L. L. Paiva, G. P. Rodrigues , A. M. Ozelame

Resumen


Realizou-se este estudo com o objetivo de avaliar planos de suplementação de glutamina para frangos de corte, de um a 42 dias de idade, criados em ambiente quente. Utilizou-se 690 pintainhos de corte machos da linhagem Cobb distribuídos em delineamento em blocos casualizados com cinco planos de suplementação de glutamina: 0 % de um a 42 dias de idade; 0,5 % de um a 7 dias e 0 % de 8 a 42 dias; 1,0 % de um a 7 dias e 0 % de 8 a 42 dias; 1,0 % de um a 7 dias, 0,5 % de 8 a 14 dias e 0 % de 15 a 42 dias; 1,0 % de um a 7 dias, 1,0 % de 8 a 14 dias, 0,5 % de 15 a 21 dias e 0 % de 22 a 42 dias e 6 repetições de 23 aves cada. Adotou-se o peso inicial das aves como critério de bloqueamento. Os dados obtidos foram submetidos à análise de covariância e quando ocorreram diferenças significativas as médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5 % de probabilidade. Constatou-se que as aves alimentadas com as dietas suplementadas com 1,0 % de glutamina de um a 14 dias e 0,5 % de glutamina de 14 a 21 dias apresentaram maior peso corporal final, ganho de peso e maiores pesos de carcaça, de peito e de dorso. Para aves criadas sob temperaturas elevadas, recomenda-se a suplementação de glutamina de 1,0 % de um a 14 dias e 0,5 % de 14 a 21 dias e 0 % de 22 a 42 dias de idade, a qual proporciona maior peso corporal, ganho de peso, pesos de carcaça e de peito e rendimento de carcaça.

Palabras clave


Aminoácido não-essencial. Agentes tróficos. Características de carcaça. Desafio sanitário. Desempenho. Vísceras.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v64i248.423

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2015 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494