Compostagem e vermicompostagem de dejetos líquidos de bovinos leiteiros e cama aviária

B. S. Valente, E. G. Xavier, M. Lopes, H. da S. Pereira, V. F. Roll

Resumen


O confinamento de animais proporciona uma maior produção de resíduos orgânicos, o que acaba causando mudanças físicas, químicas e biológicas no meio ambiente, quando disposto no solo sem um tratamento adequado. Tecnologias como a compostagem e a vermicompostagem podem ser medidas mitigadoras do impacto ambiental causados pela produção em confinamento. Objetivou-se avaliar a compostagem, a vermicompostagem e a combinação entre os dois processos no tratamento da mistura de dejetos líquidos de bovinos leiteiros e cama aviária. Na compostagem pelo método aeração passiva foi utilizada uma estrutura nas dimensões de 12 m de comprimento, 2 m de largura e 1,80 m de altura, coberta com filme de polietileno de baixa densidade e aberta nas late­rais, que comportou três caixas de plástico reforçado com fibra de vidro. A compostagem pelo método aeração ativa caracterizou-se pela formação de pilha e por revolvimentos intermitentes. Na vermicompostagem foram utilizados 12 caixas de madeira, que receberam 200 minhocas da espécie Eisenia fetida. Conclui-se que a compostagem pelos métodos aeração passiva e ativa não é eficiente para promover a estabilização da mistura de dejetos líquidos de bovinos leiteiros e cama aviária. O processo de vermicompostagem promove a bioestabilização da mistura de dejetos líquidos de bovinos leiteiros e cama aviária em um período de 60 dias.

Palabras clave


Avicultura. Meio ambiente. Produção animal. Compostagem.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v65i249.445

Enlaces refback



Copyright (c) 2016 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494