Indicadores na estimativa do fluxo de digesta em bovinos de corte

M.F.S.A. Queiroz, J.A.S.B. Morais, T.T.C. Berchielli, E.B.D. Malheiros, A.P.O.E. Sader, K.T.F. Resende, E.C. Eifert

Resumen


O objetivou-se comparar os métodos de único e duplo indicador na estimativa do fluxo de digesta duodenal e omasal em 7 novilhos Nelore (peso medio 250 kg), canulados no rúmen e duodeno. Os animais receberam via infusão ruminal contínua por bomba solução contendo CoEDTA. Também receberam uma cápsula contendo Cr2O3 através da cânula ruminal, e uma cápsula contendo alcanos externos C32, C36. Indicadores internos fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido (FDNi e FDAi após 144 h de incubação in situ) e alcanos internos C31, C33, C35 eram parte integrante da dieta. Os novilhos foram alimentados com Brachiaria brizantha cv. marandu aos 30 ou 60 dias de rebrota. O desenho experimental para o fluxo duodenal foi em esquema fatorial 2x2x12 e na estimativa do fluxo de digesta omasal o esquema fatorial foi 2x2x4. Na estimativa do fluxo duodenal de MS os indicadores FDNi, CoEDTA e a combinação Co+FDNi foram eficientes na estimativa do fluxo omasal de MS se mostraram eficientes os indicadores FDNi, FDAi e a combinação Co+FDAi. O método de coleta de duplo indicador é o mais adequado para estimativa de fluxo considerando-se a digestibilidade ruminal da fibra.

Palabras clave


Alcanos. CoEDTA. Cromio. Digesta duodenal. FDNi. FDAi. Omasal.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v60i231.4515

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2011 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494