Influência dos níveis energéticos e protéicos em rações de poedeiras leves em manaus.

S. T. Carioca, F. G. Guimarães Cruz, P. G. J. Matos , L. C. Maquiné, E. O. Chagas, S. C. Oliveira, A. B. Santos Filho

Resumen


O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de diferentes níveis de energia e proteína, sobre o desempenho e qualidade do ovo de poedeiras leves em Manaus-AM, Brasil. O experimento teve duração de 140 dias divididos em cinco períodos de 28 dias. Foram utilizadas 162 aves da linhagem Lohmann LSL com 38 semanas de idade alojadas em 27 gaiolas.O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em um fatorial 3x3: três níveis de energia (2700, 2800 e 2900 kcal EM/kg) e três de proteína bruta (15, 16 e 17%) com 3 repetições de seis aves por parcela. Os níveis de energia e proteína influenciaram (p<0,05) a conversão alimentar, o peso da gema e o peso da casca. Não houve influência (p>0,05) da interação dos fatores nas variáveis analisadas. Concluí-se que rações com 17% PB e 2700 kcal EM/kg apresentaram melhor conversão alimentar e 17% PB e 2900 kcal EM/kg proporcionaram maior produção de ovos, peso da gema, massa do ovo e peso da casca.

Palabras clave


Ovo.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v59i227.4722

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2008 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494