Alimentação de leitoas pré-púberes com dietas contendo aflatoxinas ou Zearalenona.

I. Andretta, P. A. Lovatto, E. Lanferdini , C. R. Lehnen, C. A. R. Rossi, L. Hauschild, B. N. Fraga, G. G. Garcia, C. A. Mallmann

Resumen


Um experimento foi realizado para avaliar o desempenho, a morfologia vulvar e os pesos de órgãos viscerais e de trato reprodutivo em leitoas pré-púberes alimentadas com dietas contendo aflatoxinas ou zearalenona durante 28 dias. Foram utilizados 18 animais com peso médio inicial de 11 quilogramas. Três tratamentos (dieta controle - DC; DC + 1 mg kg-1 de aflatoxinas; DC + 2 mg kg-1 de zearalenona) foram utilizados em um delineamento inteiramente casualizado com seis repetições. As aflatoxinas reduziram (p<0,05) em 30% o consumo de ração (DC x DC + aflatoxinas: 1,087 x 0,758 kg), em 27% o ganho de peso (0,608 x 0,441 kg) e em 16% o peso vivo dos animais ao final do experimento (27,4 x 22,9 kg). A zearalenona não alterou (p>0,05) o consumo de ração (DC x DC + zearalenona: 1,087 x 0,986 kg), a conversão alimentar (1,85 x 1,86), o ganho de peso (0,608 x 0,539 kg) e o peso vivo dos animais (27,4 x 25,5 kg) em relação ao grupo controle. Os pesos relativos de fígado e coração também não foram alterados (p>0,05) pelas micotoxinas. Porém, a zearalenona aumentou (p<0,05) o volume vulvar, o peso e o comprimento do trato reprodutivo. Os resultados indicam efeitos estrogênicos associados à zearalenona e perdas em produtividade às aflatoxinas presentes nas dietas.

Palabras clave


Desempenho. Micotoxinas. Órgãos. Reprodução. Suínos.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v59i225.4898

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2010 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494