Utilização do farelo de Canola em dietas para suínos em crescimento e terminação

D. L. Zanotto, J. V. Ludke, A. L. Guidoni, P. C. Gomes, P. A. R. Brum, L. C. Ajala

Resumen


Foram utilizados 90 suínos (dos 25,8 kg até o abate aos 102,6 kg) para avaliar o efeito do uso do farelo de canola nas rações. O delineamento experimental foi em blocos casualizados em esquema fatorial com cinco níveis de farelo x dois sexos e três repetições. O farelo de canola foi incluido em níveis de 20, 40, 60 e 80% de substituição do farelo de soja tendo como base a ração referência (milho e farelo de soja) e mantendo simultaneamente as dietas experimentais isoprotéicas e isoenergéticas. Parâmetros de desempenho no crescimento, terminação e total, e de carcaça ao abate foram avaliados. Foi observado efeito de interação entre tratamento e sexo para a conversão alimentar em todas as fases. Na terminação e no período total foi observado para tratamento um efeito quadrático no consumo. Para o ganho de peso foi caracterizado efeito quadrático apenas no período total. Os machos castrados apresentaram maior consumo e ganho de peso em todas as fases. Apenas os tratamentos e sexo tiveram efeito sobre a carcaça sendo verificada ausência de interação. É recomendado o nível de substituição de 40% do farelo de soja da dieta referência que proporciona alto ganho de peso e têm associada a produção de carcaças mais pesadas resultando em maior produção estimada de carne. Porém, as carcaças apresentam maior espessura de toucinho e menor porcentagem de carne.

Palabras clave


Alimento alternativo. Carcaça. Desempenho.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i224.5061

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2008 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494