Preparado de anticorpos policlonais como aditivo alimentar para bovinos

C. T. Marino, W. G. Otero, J. P. S. T. Bastos, M. D. B. Arrigoni, P. H. M. Rodrigues

Resumen


Nas últimas décadas tem sido notável o desenvolvimento mundial na produção de carne e leite bovina. Na área de manejo nutricional, a utilização de ionóforos tem sido imprescindível para otimizar a eficiência das dietas utilizadas e prevenir os distúrbios metabólicos que podem ser provocados pelo aumento da proporção de alimentos prontamente fermentescíveis presentes na dieta. Porém, a busca do mercado consumidor por produtos de origem animal oriundos de criações que utilizam a menor quantidade de substâncias sintéticas quanto possível, abre espaço para a pesquisa de novos aditivos alimentares. Neste contexto, surge a possibilidade da utilização do conceito de imunização passiva para manipulação da fermentação ruminal através de anticorpos policlonais produzidos contra bactérias ruminais específicas. Assim, esta revisão bibliográfica tem como objetivo apresentar os resultados com a utilização desses produtos para manipulação da fermentação ruminal.

Palabras clave


Acidose. Fermentação ruminal. Imunização passiva. Ruminante.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i224.5077

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2008 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494