Correlação entre digestibilidade dos nutrientes e o comportamento ingestivo de novilhos em pastejo

D. L. S. Dias, R. R. Silva, F. F. Silva, G. G. P. Carvalho, R. K. C. Brandão, S. O. Souza, J. de O. Guimarães, M. M. S. Pereira, L. S. Costa

Resumen


Objetivou-se com esse estudo avaliar as correlações existentes entre o consumo de nutrientes e o comportamento ingestivo de novilhos mestiços ½ Holandês x Zebu na fase de recria em pastagem de Brachiaria brizantha "Marandu", no período das águas. Foram utilizados 22 novilhos com média de sete meses de idade e peso corporal médio inicial de 164,09±12,13 kg, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com dois tipos de suplemento e onze repetições por tipo de suplementação e manejados em pastejo rotacionado numa área de 6,5 ha. Efetuou-se a análise de correlação linear de Pearson entre as variáveis comportamentais estudadas e os coeficientes de digestibilidade dos nutrientes encontrados. Os coeficientes de correlação foram testados por meio do teste t. O tempo de ruminação apresentou correlação positiva com o coeficiente de digestibilidade dos nutrientes. O tempo de alimentação no cocho correlacionou positivamente com o coeficiente de digestibilidade da matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB) e extrato etéreo (EE). Correlação positiva foi observada entre o tempo de mastigação total e o coeficiente de digestibilidade dos nutrientes. O número de períodos de ócio e ruminação apresentaram correlações positivas com o coeficiente de digestibilidade dos nutrientes e o numero de períodos de alimentação no cocho correlacionou positivamente com o coeficiente de digestibilidade da PB. A taxa de bocados e o número de bocados por dia correlacionaram-se positivamente com o coeficiente de digestibilidade dos nutrientes. Correlação positiva foi observada entre o número de mastigações merícicas por dia e o coeficiente de digestibilidade da MS, MO e carboidratos totais (CT). Correlações positivas foram observadas entre as eficiências de alimentação e ruminação da matéria seca e da fibra em detergente neutro com o coeficiente de digestibilidade dos nutrientes estudados. A digestibilidade dos nutrientes exerce influência direta sobre as expressões comportamentais apresentadas pelos animais estudados.

Palabras clave


Digestão. Eficiencia de ruminação. Mastigação. Suplementação mineral.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v63i244.513

Enlaces refback



Copyright (c) 2014 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494