Bagaço de mandioca com ou sem complexo enzimático em dietas de frangos de corte

J. P. L. Sousa, K. F. Rodrigues, L. F. T. Albino, R. G. M. V. Vaz, G. F. da Silva, J. C. Siqueira, E. R. Santos Neta, I. P. Parente, A. F. Amorim, M. C. da Silva

Resumen


Objetivou-se avaliar a utilização de bagaço de mandioca (BM) em rações suplementadas com complexo enzimático (CE) para frangos de corte em duas fases. Foram avaliados o ganho de peso (GP), consumo de ração (CR) e conversão alimentar (CA) de frangos de corte nas fases de 1 a 21 e 22 a 40 dias, alimentados com rações contendo 0 e 20 % de inclusão de BM com e sem adição de CE. Os experimentos foram realizados num delineamento experimental em blocos casualizados com 4 tratamentos utilizando um arranjo fatorial 2x2 (0 e 20 % de BM, com e sem CE) com 8 repetições e 20 aves por unidade experimental. Não foi observada interação entre os tratamentos, inclusão de BM e CE. A inclusão do BM diminuiu o CR e o GP em ambas as fases de criação. Enquanto que a inclusão do CE melhorou o GP e a CA das aves na fase inicial, não afetando o desempenho na fase de 22 a 40 dias de idade, já menor custo de ração por quilograma de ganho de peso e os melhores índices de eficiência econômica e de custo para ambas as fases foi encontrado para os animais que foram submetidos a rações com 0 % de inclusão de bagaço de mandioca com adição de complexo enzimático.

Palabras clave


Avicultura. Desempenho. Resíduo.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v63i244.514

Enlaces refback



Copyright (c) 2014 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494