Perdas e valor nutritivo da silagem de capim-tanzânia amonizado com uréia

H. C. Oliveira, A. J. V. Pires, A. C. Oliveira, A. L. Rocha Neto, U. Matos Neto, G. G. P. Carvalho, C. M. Veloso, U. L. C. Oliveira

Resumen


Objetivou-se com este experimento avaliar as perdas por efluente e por gases e as alterações na composição bromatológica e na digestibilidade in vitro da matéria seca da silagem de capim-Tanzânia (Panicum maximum) amonizado. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em um esquema fatorial 4 x 2, sendo (quatro doses de uréia 0; 0,25; 0,5 e 0,75% base na matéria seca e dois períodos de tratamento 30 e 60 dias), com quatro repetições. As perdas por gases da silagem foram influenciadas, apresentando efeito quadrático negativo (p<0,05) em função das doses de uréia. As perdas por efluente foram maiores no período de 60 dias, não sofrendo efeito das doses de uréia. A amonização nas doses utilizadas não alterou os teores de matéria seca, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, nitrogênio insolúvel em detergente neutro, nitrogênio insolúvel em detergente ácido, celulose, hemicelulose e lignina. Os valores de proteína bruta e digestibilidade in vitro da matéria seca aumentaram em função das doses aplicadas.

Palabras clave


Efluente. Digestibilidade in vitro. Panicum maximum.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i222.5277

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2007 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494