Análises morfométricas entre apis mellifera da mesorregião do sertão paraibano

D. L. Souza, A. Evangelista-Rodrigues, M. N. Ribeiro, F. Padilla Álvarez, E. S. L. Farias, W. E. Pereira

Resumen


Objetivou-se, com esse trabalho, caracterizar as populações de Apis mellifera da mesorregião do Sertão paraibano, comparando os indivíduos morfometricamente. As medidas tomadas foram: comprimento da asa anterior (CAA) e largura da asa anterior (LAA), ângulos B4, E9, G18, J16, K19, N23, O26 e distância b (Db); comprimento da asa posterior (CAP) e largura da asa posterior (LAP), distância L2 (DL2), L5 (DL5) e ângulo W3, comprimento do fêmur (CF), comprimento da tíbia (CT), comprimento do tarso (CTS) e largura do tarso (LTS) e comprimento da probóscide (CP). Para a comparação das diferentes variáveis estudadas utilizou-se a análise de variância, o teste de Tukey, análise canônica e o teste de Tocher a 5% de significância. Para as medidas realizadas em cada amostra utilizou-se um equipamento de análise de imagens, Programa Image Pro Plus 4.0. As variáveis CTS e LTS, ângulos G18 e K19 e DL2 diferiram significativamente (p<0,05) entre as localidades estudadas de acordo com o teste de Tukey. A análise canônica mostrou a existência de um agrupamento com base nas características morfológicas entre duas das localidades estudadas apesar da distância geográfica. Concluiu-se que existem dois grupos distintos morfometricamente para a microrregião estudada e que há um processo adaptativo das abelhas, quanto às medidas morfométricas, para as diferentes regiões geomorfológicas.

Palabras clave


Abelha. Asa. Fêmur. Tìbia. Tarso. Probóscide.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v58i221.5321

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2007 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494