Produção de pacus e tambacus em tanques-rede na região Sul do Estado de São Paulo

A.F. Leonardo, G.R. Lattanzi, G.W. Bueno, A.E. Baccarin, R.V. Reis Neto

Resumen


Foram avaliadas as condições físicas e químicas da agua de uma represa rural utilizada para piscicultura em tanques rede, em Pariquera-Acu, SP. Neste local foram instalados 12 tanques rede de 4 m3, estocados com 300 pacus e 300 tambacus sendo 12,5 kg/m3, durante o período de 180 dias. Para determinar a qualidade da agua da represa, foram analisados cinco pontos de coleta mensalmente: abastecimento, área de criação, dividida em três pontos (10 cm, 70 cm e 150 cm de profundidade) e efluente. As medias das variáveis analisadas (± desvio padrão) foram: oxigênio dissolvido, 8,97 ± 2,46 mg L-1; temperatura máxima e mínima da agua 27,20 ± 2,08 e 21,38 ± 1,34 ºC, pH 6,45 ± 0,74, transparência da agua 96,67 ± 0,70 cm, alcalinidade total 19,26 ± 9,40 mg CaCO3 L-1, condutividade elétrica 49,38 ± 3,60 μS cm-1, nitrogênio amoniacal total 0,002 ± 0,004 mg L-1, fosforo total dissolvido 0,01 ± 0,01 mg L-1, e índice de estado trófico (IET) calculado foi de 49,3 ± 7,3. Concluímos que a criação de pacu e de tambacu em tanque rede não comprometeu a qualidade da água do reservatório rural. Entretanto as boas práticas de manejo zootécnico e o monitoramento ambiental devem ser realizados para o desenvolvimento de uma aquicultura sustentável.

Palabras clave


Aquicultura sustentável. Limnologia. Açudes.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v69i267.5347

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2020 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494