Identificação do fator de crescimento semelhante à insulina i no plasma seminal de varrões e sua influência na qualidade espermática

M. G. Zangeronimo, D. M. Silva, L. D. S. Murgas, R. V. Sousa, L. G. P. Rocha, B. A. Pereira, B. G. Faria, G. C. Veras

Resumen


A presente pesquisa foi realizada para investigar as relações entre os parâmetros dos espermatozóides e as concentrações de IGF-I no plasma seminal de varrões. Amostras de sêmen (duplicatas) foram coletadas de machos maduros (n=27). Em cada ejaculação, as características macroscópicas e microscópicas foram determinadas. Após a centrifugação para separar espermatozóides do plasma seminal, as concentrações de IGF-I em amostras de plasma seminal foram determinadas por kit de imunoensaio humano específico. A concentração média de IGF-I do plasma seminal de varrões foi de 1,5±0,2 ng/mL (n=54 amostras). Não houve correlação (p>0,05) entre IGF-I com a maioria dos parâmetros avaliados. Houve apenas uma correlação baixa negativa (-0,29, p=0,0331) entre a concentração de IGF-I no plasma seminal e a taxa de degradação da motilidade. Este estudo sugere que o IGF-I no plasma seminal de varrões não está relacionado com os parâmetros seminais iniciais do sêmen in natura. No entanto, o hormônio aumentou a duração da motilidade espermática.

Palabras clave


Espermatozóide de varrão. Integridade funcional da membrana. Função sexual do macho. Motilidade espermática.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v62i239.646

Enlaces refback



Copyright (c) 2012 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494