Fertilidade de carneiros de raça Saloia com sémen refrigerado ou congelado

J. Barbas, C. Marques, M. Baptista, R. Mascarenhas, R. Pereira, S. Cavaco-Gonçalves, M. Vasques, A. Horta

Resumen


Avaliaram-se as fertilidades e coeficientes de variação (CV) de carneiros Saloios após inseminação artificial (IA) por via cervical com sémen refrigerado (SR) ou congelado (SC). Na 1ª experiência avaliou-se o efeito de duas épocas de IA (primavera vs. outono) sobre a fertilidade, utilizando SR (n=5 carneiros) e de duas épocas de congelação de sémen (outono vs. inverno) sobre a fertilidade de ovelhas inseminadas na primavera utilizando SC (n=3 carneiros). Nas outras experiências avaliaram-se as variações da fertilidade de carneiros, independentemente das épocas de IA ou congelação, utilizando SR e SC (2ª experiência: 4 carneiros comuns; 3ª experiência: 16 e 5 carneiros, respectivamente). Não foram observadas diferenças na fertilidade entre épocas de IA ou congelação de sémen. As fertilidades obtidas com SR foram superiores às do SC (2ª experiência: 51,28 vs. 13,65 %; 3ª experiência: 48,51 vs. 13,04 %). Os CV da fertilidade utilizando SC foram superiores aos do SR (2ª experiência: 41,3 % vs. 13,1 %; 3ª experiência: 38,9 vs. 19,5 %). Os carneiros de raça Saloia podem ser utilizados em programas de IA com SR e SC nas épocas do ano estudadas sem diminuição da fertilidade. O SC originou CV para a fertilidade superior sugerindo diferentes susceptibilidades dos carneiros à congelação.

Palabras clave


Inseminação artificial.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v62i238.675

Enlaces refback



Copyright (c) 2012 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494