Resíduo da extração de própolis marrom na dieta de ruminantes: digestibilidade e produção de gás in vitro

N. S. Heimbach, C. C. B. F. Ítavo, L. C. V. Ítavo, G. L. Franco, C. R. B. Leal, E. S. Leal, P. C. G. Silva, L. C. Rezende, J. A. Silva

Resumen


Objetivou-se avaliar o efeito de diferentes níveis de inclusão do resíduo da extração de própolis marrom na dieta de ruminantes, por meio de medidas de digestibilidade e produção de gás. Foram avaliados cinco níveis de inclusão da própolis marrom sobre a digestibilidade in vitro dos nutrientes, sob incubação de 72 horas (sem e com pepsina, consideradas digestão ruminal e total, respectivamente), e produção de gás in vitro. Como substrato foi utilizado feno de capim Tifton (Cynodon) e concentrado à base de farelo de soja e milho moído, com relação volumoso concentrado de 50:50, com base na matéria seca. Dois inóculos ruminais (oriundos de bovinos e ovinos) foram utilizados. Os tratamentos foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com inclusão de 4 níveis de resíduo da extração de própolis marrom (5, 10, 15 e 20 g de resíduo/kg MS). O resíduo da extração de própolis apresentou efeito sobre a digestibilidade ruminal in vitro da matéria seca e fibra em detergente neutro, e a digestibilidade total in vitro também apresentou diferença significativa para digestibilidade da matéria seca, proteína bruta, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido. O melhor nível de inclusão para digestibilidade total in vitro de 13,88 g de resíduo do extrato de própolis/kg MS. Enquanto que para a produção de gás, o melhor nível de inclusão in vitro do resíduo da extração de própolis para bovinos foi de 8,52 g/kg MS e para ovinos foi 5,53 g/kg MS.

Palabras clave


Aditivo.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.21071/az.v63i242.542

Enlaces refback



Copyright (c) 2013 Archivos de Zootecnia



DESCARGA NUESTRA APLICACIÓN PARA SMARTPHONES

Haz click y sigue las intrucciones

Aplicación Móvil y Shorcut para Apple

Copyright

Esta obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Editorial

UCOPress. Cordoba University Press (UCOPress Editorial Universidad de Córdoba)

ISSN: 1885-4494